Acusados de matar rapper Pop Smoke são indiciados e podem ser condenados a morte

Os dois homens e dois adolescentes que supostamente mataram o rapper Pop Smoke foram formalmente indiciados pelo assassinato, e enquanto a pena de morte pode ser aplicada no caso, os promotores ainda não decidiram se vão optar por este caminho.

A promotoria distrital do condado de Los Angeles anunciou acusações criminais contra Corey Walker, de 19 anos, e Keandre Rodgers, de 18 anos, que foram acusados ​​de assassinato com alegações de circunstâncias especiais de que o crime ocorreu durante um assalto e roubo. Com circunstâncias especiais, a pena de morte pode ser aplicada. O Gabinete da promotoria acrescenta que denúncias referente a gangues e armas também foram feitas na denúncia.

Além desses dois, outros dois adolescentes – o mais jovem com 15 e o mais velho com 17 – também foram acusados de assassinato e roubo em um tribunal para menores de idade. Seus nomes não foram divulgados, pois ainda são menores.

Pop Smoke foi baleado e morto em fevereiro por quatro homens mascarados, depois do que parecia ser um assalto à invasão de sua casa em Hollywood Hills. Embora o Gabinete do promotor público ainda não tenha decidido se deve ou não levar os suspeitos a pena de morte, os dois homens adultos ainda podem ser condenados a prisão perpetua se forem condenados.FONTE-(RAP+)

Categoria:Musica