Trump diz que considera quarentena compulsória do estado de Nova York

O presidente Donald Trump disse nesta sábado que cogita colocar o estado de Nova York – o mais atingido nos Estados Unidos pela pandemia de coronavírus – em quarentena compulsória, para evitar que seus moradores espalhem o vírus para outras partes do país.

“Existe a possibilidade de que, em algum momento de hoje, façamos uma quarentena – de curto prazo, duas semanas – em Nova York, provavelmente em Nova Jersey, em certas partes de Connecticut”, disse o presidente ao deixar a Casa Branca.

A medida teria o objetivo restringir os deslocamentos de moradores de uma das regiões mais populosas do país para outras partes dos Estados Unidos, especialmente o estado do sul da Flórida, que é popular entre os nova-iorquinos no inverno.

“Porque estão tendo problemas na Flórida. Muitos nova-iorquinos estão descendo (para a Flórida). Não queremos isso. Fortemente infectados”, disse Trump.

Mais tarde, o presidente confirmou a ideia no Twitter. Uma decisão “será tomada, de uma forma ou de outra, em breve”, afirmou.

A cidade de Nova York foi até agora a área mais atingida pelo vírus Covid-19 nos Estados Unidos.

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, que conversou com Trump neste sábado, disse que o assunto não foi tratado pelos dois.

“Eu nem sei o que isso significa”, disse Cuomo em uma entrevista coletiva.

“Não sei como isso (isolamento compulsório) pode ser legalmente aplicado. E do ponto de vista médico, não sei o que se pode fazer”, disse Cuomo. “Mas posso lhe dizer que não gosto do tom. Não entendo o que é, mas não gosto do tom”, disse o governador.

FONTE/ISTOE

Categoria:Internacional

Deixe seu Comentário