UE diz que não há escassez de remédios por coronavírus

As medidas para conter o coronavírus na União Europeia (UE) não provocaram, até o momento, escassez de medicamentos – informou a agência europeia do setor nesta terça-feira (10).

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) descartou que haja problemas nas cadeias de abastecimento e prometeu ações coordenadas da UE, em caso de “confinamento temporário de fábricas manufatureiras em lugares afetados pela Covid-19, ou em caso de restrições que afetem o transporte”.

“Podemos esperar problemas de abastecimento, se continuarem os confinamentos e/ou se houver outras alterações do fornecimento”, indicou a EMA.

A maioria dos medicamentos usados na Europa é elaborada com moléculas produzidas na Ásia, em particular na China. A epidemia de coronavírus surgiu no gigante asiático em dezembro passado.

As autoridades chinesas impuseram quarentena a dezenas de milhões de pessoas e obrigaram o fechamento de fábricas, o que afeta as exportações de todo o tipo de produto.

FONTE/ISTOE

Categoria:Internacional

Deixe seu Comentário