Rádio Despertar proíbe jornalistas de passar notícias relacionadas ao novo Partido de Chivukuvuku

A Rádio Despertar, emissora ligada ao maior Partido da Oposição, UNITA, está a ser citada em meios Jornalísticos, de proibir os profissionais daquela estação, de passar, ou dar destaques ao Partido PRA-JÁ de Abel Chivukuvuku, e de promover a imagem de Makuta Nkonda, Deputado a Assembleia Nacional, e antigo colaborador daquela estacão emissora.

Na sexta-Feira última, de 2 de Agosto, data em que Abel Chivukuku fez o anúncio do seu mais recente Projecto Politico, a Rádio Despertar, escusou-se de passar extractos dos pronunciamentos de Chivukuvuku, tendo recorrido a um dos textos publicado pelo Novo Jornal.

Sabe que recentemente, o líder da UNITA, Isaias Samakuva, reuniu com a direcção da Rádio, onde, dentre outros aspectos, mostrou-se preocupado com o conteúdo que tem sido veiculado por aquela emissora, que considerou de estar a promover pessoas ligadas ao MPLA, e estar a a dar voz e tempo de antena, a pessoas que “abusam” a UNITA.

Fala-se nos círculos da Rádio Despertar , que alguns dirigentes daquela emissora, muitos dos quais militantes do Partido, têm estado de forma constante, a confundir politica partidária, com o Jornalismo, interferindo muita das vezes na redacão, e nas peças jornalisticas feitas pelos repórteres, assim como nas pautas diárias.

FONTE/CORREIODAKIANDA

Categoria:Nacional