Huambo: Menor de 13 anos morre queimado pelos próprios pais na aldeia Capua

Um menor de 13 anos de idade morreu, durante o último fim-de-semana, após ser queimado pelos próprios pais, no interior da residência onde viviam, na aldeia Capua, periferia da vila municipal do Mungo, 130 quilómetros da cidade do Huambo.


Ao confirmar o infausto acontecimento, o porta-voz da Polícia Nacional no Huambo, intendente Martinho Kavita Satito, explicou que o crime de homicídio voluntário por queimadura resultou de uma briga entre o casal, tendo provocado ainda ferimentos a outros quatro menores, em tratamento no hospital municipal do Mungo.

Informou que o aludido casal já se encontra a contas com a justiça, numa operação conjunta entre a Polícia Nacional e o Serviço de Investigação Criminal (SIC).

Também durante o fim-de-semana, realçou, foi detido um cidadão de 55 anos de idade, acusado do crime de homicídio voluntário por espancamento contra um ancião de 67 anos, cometido na aldeia Catuto, município do Ucuma, após desentendimento.

Já na comuna da Chipipa, município do Huambo, a Polícia Nacional e o SIC detiveram um cidadão de 47 anos, acusado do crime de ofensas corporais de que resulta em morte, motivada por embriagues, contra um outro de 40 anos.

Ainda em relação a este mesmo período, o intendente Martinho Kavita Satito referiu-se também a detenção de um jovem de 28 anos de idade, por ter violado sexualmente com recurso à agressão física, em plena via pública, no bairro do Bom Pastor, arredores da cidade do Huambo, a uma cidadã de 20 anos.

FONTE/ANGOP

Categoria:Nacional