Diagnosticados 861 casos de Sida em grávidas em 2018

A direcção provincial da saúde pública no Moxico diagnosticou, de Janeiro a Dezembro do ano passado, 861 casos de VIH Sida, entre os 1.273 testes realizados em mulheres grávidas.


A informação foi dada pela chefe do departamento de saúde pública, Isabel Pezo Sonhi, na abertura do seminário de capacitação sobre medidas de prevenção de VIH-Sida, dirigido aos técnicos de saúde.
O seminário, que decorre de 26 de Fevereiro a 2 de Março, é promovido pela Associação de Luta Contra o VIH e Malária, em parceria com a ONU-SIDA.
Durante a formação, os participantes vindos dos nove municípios da província vão aprimorar conhecimentos sobre o aconselhamento, testagem voluntária, mobilização social e tratamento de casos positivos de VIH/SIDA.
O vice-governador para o sector Político e Social, Carlos Alberto Masseca, disse, no discurso de abertura do even-to, que o governo da provín-cia do Moxico presta especial atenção ao combate ao VIH/-Sida e malária, por serem as doenças que provocam mais mortes na região.
“Temos neste momento a terceira maior taxa de seroprevalência a nível do país e com uma população maioritariamente jovem”, disse Carlos Alberto Masseca, que acrescentou que grande parte das pessoas afectadas têm menos de 40 anos.
O vice-governador da província do Moxico pediu o envolvimento de todos que trabalham na luta contra a Sida e da sociedade em geral, no sentido de cada um trabalhar para banir a sua progressão e evitar mais perdas de vidas humanas.

FONTE/ JA

Categoria:Nacional

Deixe seu Comentário