Manuel Rabelais constituído arguido

Antigo ministro da Comunicação Social e deputado pela bancada do MPLA na Assembleia Nacional, Manuel Rabelais, foi notificado ontem, segunda-feira,  para depor na PGR, depois de no dia 24 deste mês ter sido retirado do avião, quando este se preparava para embarcar no voo DT 652 com destino a Portugal.

A solicitação de comparência, assinada pelo vice-procurador- geral da República Mota Liz, por ausência do titular Pita Groz, refere o processo nº 68/2018, que decorre na Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal (DNIAP) da PGR, em que “é participante o Ministério Público e denunciado o Sr. Manuel António Rabelais, deputado à Assembleia Nacional, por factos praticados na qualidade de Director do extinto Gabinete de Revitalização e Execução da Comunicação Institucional e Marketing da Administração (GRECIMA)”. Rabelais foi constituído arguido nos referidos autos e nos termos do artigo 85º do Código do Processo Penal solicita a sua comparência às 09h00 do dia 29 de Janeiro do ano em curso, devendo fazer-se acompanhar por um advogado e no caso de não se fazer acompanhar por este ser-lhe-ia nomeado um defensor oficioso, nos termos da lei.

Rabelais, é o primeiro parlamentar nesta legislatura notificado pela Procuradoria-Geral da República para comparecer naquela instituição.

Categoria:Nacional

Deixe seu Comentário