Suposta espiã russa se declara culpada por conspiração nos EUA

A suposta agente russa Maria Butina, de 30 anos, se declarou culpada, na corte federal dos Estados Unidos, por conspiração, segundo a CNN. Ela é acusada de espionagem internacional ilegal e de se infiltrar entre políticos republicanos e em grupos como a NRA para reforçar interesses russos.

Segundo informações da CNN, Butina agiu sob a direção de Alexander Torshin, um oficial russo que já comandando o Banco Central da Rússia. Ela admitiu culpa e aceitou cooperar com as investigações para ter sua sentença reduzida. Ela deve ser condenada a, no máximo, cinco anos de prisão e pode ser deportada em qualquer momento, mas a decisão deve acontecer apenas em fevereiro.

O advogado que cuida do caso afirmou que Maria Butina está sendo liberada da prisão durante as noites desde novembro para que possa visitar uma igreja ortodoxa russa e que isso tem melhorado seu estado mental. Recentemente, Vladimir Putin declarou que ninguém sabe quem ela é e que não ordenou a missão nos Estados Unidos.

Categoria:Internacional

Deixe seu Comentário