Líderes do Sudão do Sul assinam acordo de paz

O presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir, e o líder rebelde, Riek Machar, assinaram nesta quarta-feira um acordo de paz durante uma cúpula regional africana na capital etíope, Adis Abeba.

Os dois líderes assinaram o documento e apertam as mãos na presença de uma plateia que incluía líderes regionais.

Os presidentes de Uganda e Sudão estavam presentes no ato, presidido pelo primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmed.

“Os olhos do mundo estão nos contemplando neste momento, em que os líderes de Sudão do Sul se comprometem com a reconciliação e uma paz duradoura”, disse Abiy ao início do ato a portas fechadas.

“Hoje esperamos iniciar um novo capítulo e uma nova oportunidade para construir uma paz duradoura e a estabilidade na República do Sudão do Sul”, disse Festus Mogae, ex-presidente de Botsuana que dirige o organismo encarregado de controlar o cessar-fogo nesse jovem e devastado país africano.

O Sudão do Sul obteve sua independência do Sudão em 2011, e entrou em guerra civil no final de 2013, quando o presidente Salva Kiir acusou seu vice-presidente Riek Machar de fomentar um golpe de Estado.

O conflito deixou dezenas de milhares de mortos e milhões de deslocados e provocou uma grande crise humanitária.

Ambos os líderes haviam assinado previamente outros acordos de paz, que foram violados pouco depois.

Categoria:Internacional

Deixe seu Comentário