Anúncio de Trump no Twitter sobre o G7 é ‘deprimente’, diz Merkel

A decisão de Donald Trump de retirar, através de um tuíte, seu apoio ao comunicado final da cúpula do G7 foi “deprimente”, declarou neste domingo a chanceler alemã, Angela Merkel.

“É duro, é decepcionante esta vez, mas não é o fim” do Grupo dos Sete (Estados Unidos, Canadá, Alemanha, Reino Unido, França, Itália e Japão), afirmou Merkel em uma entrevista à televisão pública alemã ARD.

“É deprimente, e para mim já é demais” dizer isto, ironizou a mandatária em alusão à sua tradicional prudência verbal.

Seu ministro de Relações Exteriores, Heiko Maas, havia declarado pouco antes que o presidente americano tinha destruído “uma grande confiança muito rapidamente em um tuíte”.

“Não, não acredito” que seja o fim da relação transatlântica, atenuou Merkel. “Esta anulação do comunicado é um passo decisivo, mas os Estados Unidos são uma democracia”.

Questionada sobre as ameaças de Trump de impor um aumento de tarifas aos veículos europeus e estrangeiros importados aos Estados Unidos, um setor estratégico para a Alemanha, a chanceler disse que esperava que se formasse uma frente comum europeia.

“Teremos que estudar o que temos que fazer, (…) espero que atuemos juntos como fizemos até agora” ante a introdução de tarifas dos Estados Unidos ao aço e ao alumínio europeus, continuou.

Em relação ao próximo grande encontro diplomático, a cúpula da Otan, em julho, Merkel disse que “não será fácil”, já que Trump acusa muitos países europeus, sobretudo a Alemanha, de não investirem o suficiente em defesa.

FONTE: istoe.com.br

Categoria:Internacional

Deixe seu Comentário