Jovem milionário que matou família a machadadas, condenado a prisão perpétua

Henri Van Breda, de 23 anos, filho de um magnata da África do Sul, foi condenado a três penas de prisão perpétua por matar a machadadas seus pais Martin, 54 anos, e Teresa, de 55 anos, e seu irmão Rudi, 22 anos, em Stellenbosch, uma cidade perto de Cape Town, em 2015. Ele também recebeu uma sentença de 15 anos pela tentativa de homicídio de sua irmã Marli, então com 16 anos, e ainda a de 1 ano por obstruir a Justiça ao infligir ferimentos em si mesmo para tentar enganar a polícia. As informações são do Daily Mail Online.

No julgamento, o jovem não pareceu se abalar com as condenações. Ainda segundo o Daily Mail, o juiz disse que não houve explicação para os assassinatos. Surgiram rumores nos jornais locais de que Van Breda tinha um vício em drogas e havia incorrido em dívidas e que seus pais haviam cortado sua mesada e estavam tentando fazê-lo entrar em uma clínica para lidar com seus problemas. Mas tal evidência nunca chegou ao tribunal.

Além de passar a vida na prisão, Breda perderá sua herança. Já sua irmã, que sobreviveu aos graves ferimentos que recebeu na cabeça, herdará a fortuna de 12 milhões de libras da família.

Van Breda afirmou ser inocente durante o julgamento e nenhum motivo foi descoberto. Sua equipe jurídica recebeu permissão para apelar da condenação e da sentença dentro de duas semanas.


FONTE: istoe.com.br

Categoria:Internacional

Deixe seu Comentário