Tortura em casino termina em morte em Luanda

Três chineses e oito angolanos foram detidos pela Polícia Nacional por suspeitas de envolvimento na morte de um cidadão da República Democrática do Congo, ocorrida na última sexta-feira, 6, num casino no município de Belas, em Luanda. 

Para além da vítima mortal, outras quatro pessoas, incluindo três angolanos e um congolês, foram amarradas e violentamente agredidas pelos 11 suspeitos, informou a Polícia Nacional. 

De acordo com o director do gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da delegação provincial do Ministério do Interior, intendente Mateus Rodrigues, a noite de tortura resultou de uma desavença de jogo. 

Segundo ainda àquele oficial superior da PN, todos os detidos são funcionários do casino: os oito angolanos pertencem ao corpo de segurança do local, enquanto os chineses são responsáveis pela casa de jogo.

Fonte: RNA

Categoria:Nacional

Deixe seu Comentário