Embaixadas e Direcções do MIREX sem operações financeiras

Circular distribuída nesta terça-feira, revela que que funcionários das Embaixadas que não cumprirem a referida ordem, serão punidos nos termos da legislação em vigor.
 
No documento assinado pelo Director do seu gabinete, o Ministro das Relações Exteriores Manuel Domingos Augusto orienta a suspensão de todas as operações financeiras relacionadas ao seu pelouro, dentro e fora do País.
 
A decisão poderá ter sido motivada pelo facto de Embaixadores ou seus representantes usarem muitas vezes das suas influências para movimentar dinheiro a ordem de saque, directamente do Ministério das Finanças, fora das normas administrativas. Uma atitude tolerada por Georges Chicoty, o Ministro anterior, mas que Manuel Augusto tenta agora pôr fim. 
 
Nas entrelinhas do documento classificado como urgente, percebe-se que  a preocupação do actual Ministro é acabar com despesas não previstas nos orçamentos planificados atribuídos as Embaixadas e Serviços Consulares.
*
FONTE/CORREIO KIANDA
Categoria:Nacional

Deixe seu Comentário