25 de julho: dia da mulher negra nas Américas!

No dia 25 de julho de 1992 no 1º Encontro de Mulheres Afro-latinoamericanas e Afro-caribenhas, essa mesma data foi decidida como o da mulher negra localizada nessa área do mapa mundi. 
No Brasil Lei nº 12.987/2014 foi sancionado pela presidente Dilma Rousseff como o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra. 
Tereza de Benguela foi uma líder quilombola, viveu durante o século 18. Com a morte do companheiro, Tereza se tornou a soberana do quilombo, e, sob sua liderança, a comunidade negra e indígena resistiu à escravidão por duas décadas, sobrevivendo até 1770, quando o quilombo foi destruído pelas forças de Luiz Pinto de Souza Coutinho e a população (79 negros e 30 índios), morta ou aprisionada.
Categoria:Diversidade Cultural

Deixe seu Comentário